segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Exterminador eletronico zica virus e mosquito da dengue

Dispositivo Eletrônico Feito com Timer 555 Extermina Larvas de Mosquito Depositadas em Água Parada

Indiano desenvolveu um dispositivo movido a energia solar que areja a superfície da água parada, com o intuito de impedir que mosquitos coloquem seus ovos, assim evitando sua proliferação.

Por Jéssica Soares em 22/02/2016 12:01:29
Nos dias atuais estamos passando por um grande problema no Brasil, a epidemia de zika que já atingiu pelo menos 20 estados brasileiros e está se espalhando pela América Latina de maneira rápida e alarmante. Como todos já sabemos, esse vírus é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. As autoridades brasileiras têm afirmado que a principal forma de combater esse vírus é acabando com o mosquito, ou seja é necessário eliminar todos os possíveis focos de reprodução do Aedes aegypti. O mosquito precisa de água parada para colocar seus ovos, então qualquer lugar que possa acumular o mínimo de água pode virar um foco da doença.
Em 2014, o indiano Pranav Agarwal encontrou uma maneira simples e barata de combater esse predador e evitar a propagação de doenças como dengue e malária. Para isso, ele precisou de apenas U$ 10 para criar o Solar Scare Mosquito, um dispositivo que areja a superfície da água parada, evitando que os mosquitos se proliferem. Aqui no Brasil com certeza precisaremos de um pouco a mais para a construção desse dispositivo.
O dispositivo é composto das seguintes partes:
  • Aeração de bolhas: Dos vários tipos de aeração, o indiano escolheu a de bolhas para criar turbulência na superfície da água, usando uma bomba de aquário portátil.Essas bolhas agitam a água numa área de 2m ao redor do módulo, tornando-a inviável para as larvas, o dispositivo ainda pode deslocar-se pela superfície, de modo a ampliar o alcance do seu efeito.
  • Energia solar: O dispositivo foi feito para ser movido por energia solar.
  • Cronômetro: A bomba de ar é acionada em intervalos de 10 em 10 minutos, para aumentar a sua vida útil. Essa temporização é feita utilizando um CI555.

Em um teste realizado pelo indiano escolhendo um lago de jardim recentemente abastecido pelo acúmulo de água da chuva, esperando o depósito de ovos pelos mosquitos e 3 dias pela formação de uma população inicial de larvas, a partir desses ovos ele ativou seu dispositivo, registrando os seguintes dados:

Concluindo que a redução na população larval foi considerável com uma queda de até 90%, já nas primeiras duas horas de operação. Ao final do primeiro dia, só as larvas mais próximas do fim do estado larval conseguiram sobreviver completando seu desenvolvimento, virando pupas. Em uma semana de operação autônoma do aerador, a população de larvas e pupas na água parada observada zerou, e a partir daí não foram mais observadas larvas no local.

Na lista abaixo disponibilizamos os materiais utilizada pelo indiano:
  • Partes Eletrônicas:
  • Célula Solar 6V 450mA
  • Aerador de Aquário Portátil
  • 2 x Pilha AA Recarregável
  • Buzzer Piezoelétrico
  • Placa 1000 furos
  • Temporizador 555
  • 3 x 2N3904 (Transistor NPN)
  • BD135 (Transistor NPN)
  • Dissipador de Calor
  • Capacitores - 470 uF, 0.1 uF
  • Resistores - 220 ohms, 470 ohms, 2 x 10 k, 100k, 1M.
  • LED
  • Chave com Trava
  • Jumpers
Outros materiais:
  • Molde
  • 3 x parafusos de aço inoxidável de 2" (que vão servir como provas de agua)
  • Canos PVC e emendas
  • Ferramentas variadas


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog